Sessão da Tarde: meus filmes memoráveis

cinema









23 de abril, 2018

Acreditar que filmes possam agregar valores morais a nossa personalidade pode parecer ingenuidade de nossa parte mas, que muitos filmes marcam momentos de nossas vidas e quem sabe podem sim nos direcionar para auto-reflexões não é uma ideia tão absurda assim, quem nunca se emocionou ou saiu extasiado de uma sala de cinema certamente não soube tirar o melhor proveito da situação.


Observe conteúdos e comentários pela internet a geração 80/90 parece ser uma geração agradecida por ter podido compartilhar de um conteúdo que ainda não se generalizava com a velocidade do wifi vigente atualmente, tudo tinha uma síntese maior e o que era cultura pop e/ou underground com certeza se atrelava ao nosso conhecimento com muito mais veracidade se comparado ao conteúdo partilhado nos dias atuais, foi, é assim com a música, foi, é assim com a televisão e tantos outros canais. 



A Sessão da Tarde [que inclui ai a de mesmo nome, os filmes exibidos pelo SBT e pela Band] era mais um daqueles momentos inalteráveis na rotina da molecada, e dizer que aprendemos com muitas películas exibidas na rede aberta naquela época não é exagero algum. Aqui alguns dos petardos que recordarei com bom grado na memória, independente dessa relação sentimentalista, é puro entretenimento.


cinema










Garotos Perdidos [Lost Boys]
Se fosse por preferência talvez esse aqui estivesse pelo topo, gosto demais dessa película, tem toda a essência dos blockbusters oitentistas, o que melhor que moleques destemidos caçando vampiros, uma trilha sonora de prima, valores impugnados de amizade e familiaridade passando longe da melação dos vampiros purpurinas atuais. Recentemente lançaram uma terceira continuação com o lendário Corey Feldman que tem uma historinha bem pífia mas traz bons tons de saudosismo com o original, até vale conferir.



cinema


Jamaica Abaixo de Zero [Cool Runnings]
A base do enredo é sabida de cor: uma equipe no minimo inusitada de trenó de 4 formada por jamaicanos, país nenhum pouco tradicional em tal esporte, história de superação e provavelmente um dos finais mais emocionantes de todos os filmes dessa leva.




cinema











Guerreiros da Virtude [Warriors of Virtue]
Tudo o que envolvia ninjas, cores distintas e lutas com espadas, chacos e afins era sucesso premeditado nos anos 90, o auge dos tokusatsus e super heróis. Sob essa premissa seguia Guerreiros da Virtude, se os efeitos, figurino e todos os elementos soam tão defasados até mesmo pra época, já que foi execrado pela critica, imaginar cangurus guerreiros em um universo paralelo provavelmente fazem desta película uma das mais inusitadas dessa série, um mix de Senhor dos Anéis com Tartarugas Ninja que tem sim, seu valor moral.


Assista ao trailer para refrescar a memória...


Viagem Insólita [Innerspace]
Quando você é pequeno, o corpo humano é um território absolutamente desconhecido, esse filme soa tão surreal quanto as aulas iniciais de biologia, uma micro nave viajando pelas entranhas de um sujeito é fantasia digna do melhor sci-fi, não saberia exatamente dizer que tipo de moral essa película me deixou mas curiosidades sobre minha própria fisiologia foram muito aguçados, creio que sim.

sessão da tarde










Trapalhões na terra dos monstros
Os Trapalhões são um marco no humor televisivo brasileiro, sem hesitar ao lado ali de Chico Anísio e Mazzaropi. As diversas produções de longa-metragem da trupe são de fazer inveja, uma penca de filmes. O meu preferido daquelas saudosas tardes, é Trapalhões na terra dos monstros, quando Didi e cia adentram uma montanha em pleno Rio de Janeiro e se deparam com as mais variadas criaturas, dos cômicos trejeitos típicos daquele humor, os finais dos filmes sempre nos brindavam com fundos morais dos mais diversos: aceitação, amizade, companheirismo..

História Sem Fim 2 [Never Ending History 2]
Se o primeiro filme é um clássico, o segundo na humilde opinião do escriba aqui é ainda mais marcante, a continuação das desventuras de Bastian no Reino de Fantasia, com tom bem mais sombrio e ação do que o anterior, implícitos os mais variados contextos que marcaram tudo o que tenho por lúdico atualmente, são muitos os elementos que vão fazer essa série uma das minhas prediletas.

Se as produções atuais primam pelo retoque impecável de acabamento e efeitos visuais, obviamente que o cinema sempre vai contextualizar fundos morais para dar o tom necessário ao envolvimento e quem sabe poder chamar de 'sétima arte', o que diferencia boa parte das produções das décadas passadas é que por sentimentos inerentes a um certo saudosismo ou não, eles tinham o potencial de nos entreter e até mesmo revê-los incansavelmente, se nos ensinaram ou simplesmente nos entreteram, vão continuar na  sempre na nossa memorabília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu!