Melhores Álbuns: 2014

ratos de porão

20 de dezembro, 2012

RDP: Seculo Sinistro
dispensa apresentações, o ratos já tem o posto de maior representante da cena 'pesada' brasileira, sem pompa e firulas os caras nos apresentam século sinistro, pesado no som e nas letras, 'puta, viagra e corrupção' é uma síntese precisa deste brasilzão bagunçado, mais punk que muito 'traidô' por ai


cannibal corpse

Cannibal Corpse: A skeletal domain
pqp! há tempos que não ouvia um play tão brutal e bem feito, se Vince Locke inova na arte da capa [não tão gore como de costume], nos blast beats a banda continua destruindo os tímpanos alheios com seu peculiar e já lendário death metal


body count

Body Count: Manslaughter
Mr Ice-T e cia voltam a atacar, e que surpresa agradável, uma das banda mais criativas e sarcásticas da cena, o Body Count volta em excelente forma nesse play, críticas sórdidas e o bom e velho rap/hardcore do auge da banda, confira a releitura de Institutionalized do Suicidal Tendencies, hilária


nausea

Nausea: Comdened to the system
Oscar Garcia também está de volta fazendo o que faz de melhor, barulho, grindcore a la Napalm Death/Terrorizer, audição para tímpanos fortes


children technology

Children of Technology: Future Decay
trilha sonora do pós-apocalipse, quando o mundo acabar o Children of technology vai ser a banda mais cult do planeta, temas futuristas com os dois pés no melhor do metal/punk 80's


rancid

Rancid: Honor Is All We Know
​os ares mágicos da California voltam a exalar criatividade sob o rancid, honor is all we know remete aquele punk rock que originou a banda, um play excelente pra fazer aquela jam de skate ou simplesmente tomar uma birra gelada com os parça em um domingo de sol​


iron reagan

Iron Reagan: The Tyranny of Will
metal pirulito foi uma das melhores definições que vi para o municipal waste, indo pra um contexto menos 'for fun' e mais politizado o vocalista acerta em cheio neste projeto, hardcore direto e reto, mosh pit na certa


otis trio

Otis Trio: 74 Club
pensa nuns cara que manda muito, é o otis trio, o quarteto que desde então conta com uma parceria de peso, a inclusão de mais 3 arranjos de metais na música do grupo engrandeceu ainda mais a performance, tivemos a oportunidade de ver de perto e é catarsico, 74 club é contemplação pura


chet faker

Chet Faker: Built on glass
mais uma daquelas idéias simples e acachapantes, coloque umas minas de patins em uma auto estrada de noite, fazendo coreografias singelas e sensuais e você tem 'Gold', o álbum de Chet Faker tem altos e baixos mas é uma novidade acima da média para a cena mainstream


borghesia

Borghesia: And man created God
difícil crer que esta mesma banda era uma promissora vertente do ebm, ainda que beirando o ritmo industrial passeando por várias sonoridades e com letras que são uma facada no rim, esse álbum é definitivamente uma agradável surpresa de 2014. 


Ouça a playlist Top Albuns 2014




 Bônus!  Arte da capa
Enthroned - Sovereigns: por Neraath
Cavalera Conspiracy - Pandemonium: por Stephan Doitschnoff 
Mastodon - Once more round the sun:  por Skinner
​Triptykon - Melana Chasmata​: pelo mestre Giger​
Linkin ​P​ark - lpu xiv​:  Desconhecido​